#037 – 06.02.2012# Sento na Areia

Começou uma nova semana. O fim de tarde contrasta com o de ontem.
O sol deu um toque quente a um dia frio de inverno.
Enquanto caminho ouço a água cantar baixinho, uma melodia cativante.
A união é perfeita, rio e mar entrelaçam-se abençoados por raios dourados, as gaivotas como testemunhas.
Não quero que os meus passos na areia quebrem o momento. Sento na areia, em silencio.
Olho para trás. Nas pedras do passeio, o tempo continua a viver. Um senhor, curvado pelo peso das experiências passadas, segue num andar lento e solitário. Cruza-se com quatro jovens ágeis, que planeiam o futuro, projetam a realização de sonhos. Eles não querem saber do que foi, Ele não se preocupa com o que será.
No meio, estou eu. Volto ao Presente, ali fico a ver o sol entregar-se às nuvens.
Termina assim mais uma etapa.

Deixe um comentário:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s