#043 – 12.02.2012# Azar

Um dia frio de domingo, passado em casa.
Percorro lombadas de livros e passo por Cândido. Para que tudo corra o melhor possível, invento como encurtar a tarde.
Que tal uma jogatina onde as palavras se desnudam nos nossos dedos, perdem segredos, revelam-se no seu íntimo!
Cada jogador dispõe de sete letras, com elas pode fazer o que a imaginação vislumbrar e o dicionário autorizar.
Nas destrocas de letras encaro o azar que me deu sorte. Confinada às quatro quadrículas do tabuleiro esta simples palavra mudou o destino do jogo e da tarde. Por norma, tenho azar ao jogo e mau perder… confesso…
Hoje eu ganhei!

Deixe um comentário:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s