#143 – 22.05.2012# Estórias

Aproveitei a hora de almoço para uma viagem ao passado.
Pensei ignorar o arame farpado, saltar o muro e importunar a rotina diária dos mortos.
Pedir companhia num passeio às histórias da tua quinta. Histórias de tanto repetidas foram perdendo o “h” e viraram estórias.
Ali vivem os teus primeiros 15 anos, contados e recontados, acrescentadas palavras e ações. Memórias traídas pelo tempo, mascaradas e fantasiadas pela juventude quebrada.
Um capítulo que nunca encerraste.

4 Comments Add yours

  1. Lo Lima says:

    Fiquei boquiaberta ao ver a Torre, uma pena, em decadència… A foto está maravilhosa!

    1. rossanaf says:

      A parte da capela está pior, desde a ultima vez. O resto, pelo que consegui espreitar, pareceu-me conservado… Tudo cai!
      Obrigada, beijinho

  2. Engraçado! foste na hora do almoço a Mujães? Pois é as memórias estão sempre presentes! Mais quando se foi feliz!

    1. rossanaf says:

      Pois sabias que fui a Barroselas, não a Mujães. É ali ao lado 🙂

      A felicidade é um conjunto de instantes em que nos sentimos bem. Sabem sempre a pouco. Lá diz o samba “tristeza não tem fim, felicidade sim”.
      Depende de nós extrair o ouro de cada pedra do caminho. E nunca parar de crescer.
      Obrigada pelo ouro que já me deste 🙂

Deixe um comentário:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s