#163 – 11.06.2012# Infinito

Acordei antes das 6h, cedo para levantar, tarde para readormecer.
Deixei-me ficar entre o real e o subconsciente.
Perdida em pensamentos, esperei o comboio que me vinha despertar, fiquei a vê-lo passar.
Vê-lo sumir na linha do infinito. Se fiquei, se fui, nem eu sei.
Novo dia, nova semana de trabalho, as férias ficaram para trás.
Um despertar adormecido, o ambiente continua “aquecido”.

8 Comments Add yours

    1. rossanaf says:

      Thank you for reblogging. I’m glad you liked it. Wish you a great week.

  1. Lo Lima says:

    Bela foto do trem e seu caminho, as férias voltarão e o trem também…

    1. rossanaf says:

      Trens já passaram mais três desde que aqui estou. Férias, só no próximo mês!!
      😉

    1. rossanaf says:

      Thank you for your comment! Have a great week.

  2. Tudo qt vejo é infinito e não mais tem fim! As férias onde não sei fico apenas ver o trem a passar! Excelnet foto 🙂

    1. rossanaf says:

      Não está fácil, eu sei. Os motivos são muitos e variados.
      Mas pensa que até o infinito tem fim. Nós, como eternos insatisfeitos, é que nunca vemos o término. Porque quando lá chegamos, imediatamente procuramos mais.
      Beijinho

Deixe um comentário:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s